terça-feira, 8 de março de 2011

Dissolução da Assembleia da República e novas eleições - Portugal numa encruzilhada

O PS e José Sócrates agarram-se ao Poder quando já não têm legitimidade para governar.
Os portugueses estão carregados de impostos, sem esperança no futuro, sem qualquer perspectiva de inverter a situação no actual quadro parlamentar.
A situação que se vive hoje é muito mais grave que a mera estagnação, é  o declinio total.
O desemprego, a falta de produtividade e de competitividade  são  fruto não só da corrupção, da falta de preparação do pessoal que governa e decide aos mais variados níveis, mas de esquemas mentais anquilosados, assentes numa tradição miserabilista da vida.
O oportunidade da União Europea já foi.
Portugal não convergiu, afastou-se dos outros países,  tem sido até ultrapassado paulatinamente pelos países ex-comunistas.
Basta   olhar para o sector agricola - nada é produzido em quantidade e qualidade - e dar uma volta pelo país rural , para se verificar o abandono dos campos , a não produção de cereais, de oleaginosas, de  legumes.
Tudo vive à custa dos subsidios , ou para não produzir ou para terem apenas gado nos campos e viverem de alguma cortiça.
O Estado não incentiva a produção, antes faz o mesmo que há séculos, deixa viver do ócio, de esquemas , de subsidios.
Assim não vamos a lado nenhum.
Os olivais novos não esgotam as necessidades do País.
Deixar este estado de coisas continuar -  com uma União Europeia a braços com o declineo económico, sob  a pressão do preço dos combustíveis, a pressão  economico-politico-militar da Rússia, da China, da India, do Brasil, da Austrália, da Indonésia, dos países  asiáticos saídos da União Soviética, com enormes fontes de energia - é lançar a toalha ao chão.
O PS e Sócrates não são os meios para alterar as coisas.
Há que dar a voz aos cidadãos para em eleições  escolherem os seus governantes , para um novo ciclo, novas metas, com novos procedimentos ético-politicos.
Veria com bons olhos um governo PSD, associado a outras forças políticas.
Cada dia que passa nesta "pasmaceira" é mais um prego no caixão de Portugal.
O PSD, o CDS e o PCP devem votar uma moção de censura e fazer cair a Assembleia da República.
Quanto antes melhor.
 

7 comentários:

  1. Onde está o PSD ? Onde está Passos Coelho ? Na toca ? Ninguém ouve este senhor, pois está colado ao ignorante Sócrates. O que espera Passos Coelho ? Que o poder lhe caia do céu ? Sou PSD. Votei Rangel. Seria diferente se este tivesse ganho as eleições do PSD.
    É mais preparado, inteligente e culto que Passos Coelho. Passos Coelho é co-responsável pela actual crise, pois tem parceria com Sócrates.

    ResponderEliminar
  2. Diz-se que o rio corre para o mar...
    Na política portuguesa, Rio corre para Lisboa logo que receba ordens do senhor Silva.
    Passos Coelho, com alguma sorte, irá substituir Paulo Rangel na Europa, e este (Rangel) regressará para ocupar uma qualquer pasta ministerial.
    Os barões do PPS/PSD só esperam que Sócrates faça o trabalho duro para depois se atirarem ao poder...
    Tudo sob o comando do senhor Silva de Belém.

    ResponderEliminar
  3. Caro Doutor, o Sr. tem toda a razão ao falar da maçonaria como a causa de grandes males na sociedade. Essa corja devia de ser extreminada da face da terra. Deixo um endereço de um testemunho sobre a maçonaria que mostra como estão contaminando até as igrejas evangélicas e como pagam brutos ordenados aos seus. Para terem esse dinheiro roubam quem trabalha e quem devia de ter uma vida digna mas que não têm por causa desses corruptos e ladrões!

    http://www.youtube.com/watch?v=98PnBRn8TYM&NR=1

    ResponderEliminar
  4. E os delírios da corja continuam com milhões de euros inexistentes, i.e. a serem cobrados pelas actuais e próximas gerações. A que juros?
    Mais um elefante branco a juntar a outros do passado e do futuro, como o delirante novo aeroporto de Alcochete?!
    Para quando um BASTA?
    «Governo recusa adiar TGV e reafirma a sua prioridade»
    http://economico.sapo.pt/noticias/governo-recusa-adiar-tgv-e-reafirma-a-sua-prioridade_112864.html

    Também é assim num país totalmente hipotecado e trucidado por juros galopantes que se justifica a Subida “expressiva” dos preços da electricidade: http://economico.sapo.pt/noticias/salarios-da-administracao-da-edp-renovaveis-crescem-53_112945.html

    ResponderEliminar
  5. Diz bem,dissolver aquele antro de parasitas e malfeitores.
    Por vezes dizem-se barbaridades.
    No caso dos comunistas,a sua competência e honestidade foram mito semeado cuidadosamente por eles próprios na opinião pública.
    Em técnicas de manipulação são exímios.
    Veja-se a honestidade deles,quando observados à lupa:

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/eurodeputada-nega-caca-a-diaria

    ResponderEliminar
  6. APOIO

    QUE HAJA O BOM SENSO DE NAO SE COLOCAREM EM CAUSA VALORES COMO A DIGNIDADE e INTEGRIGADE de quem combate a corrupcao.o Povo esta consigo DR CARLOS ALEXANDRE nao teem pao para dar aos filhos...

    ResponderEliminar
  7. Que DEUS o Abencoe Dr Carlos Alexandre.Como muito bem diz a Verdade fala mais Alto.

    ResponderEliminar