quarta-feira, 24 de março de 2010

Portugal - Um país cheio de tiranetes, de crápulas que nas suas aldeias e vilas fazem a lei e subvertem a Democracia

Estava agora a ver a televisão e a ouvir Ricardo Rodrigues,  deputado do PS, eleito nos Açores, quando ele dizia que a Comissão da Assembleia da República sobre o negócio da PT/TVI nada mais era que uma forma de enxovalhar o Primeiro Ministro "Um dos mais altos magistrados da Nação".
Pasme-se! José Sócrates um dos mais altos magistrados da Nação!
Eu que conheço muito bem, e até pessoalmente , o deputado Ricardo Rodrigues e  dei comigo a pensar: "Para onde vai o meu Portugal?".
É vergonhoso que o PS tenha metido nas listas de deputados Ricardo Rodrigues.
Vergonhoso!
Digo-o no âmbito da minha liberdade de expressão e opinião.
Digo-o como cidadão político.
Digo-o na qualidade de irmão de dois açorianos :Victor Manuel Martins, nascido na Horta,   Ilha do Faial, e de Maria Isabel Martins, nascida em Vila do Porto, Ilha de Santa Maria.
E lembro-me que Ricardo Rodrigues era advogado do sobrinho do Dr. Mota Amaral e nem soube defendê-lo, tendo sido eu a trabalhar para o libertar,  pela  incapacidade de Ricardo Rodrigues.
Da mesma maneira que Ricardo Rodrigues deixou condenar, estupidamente, um amigo meu, um homem bom e muito influente em Ponta Delgada, quando Ricardo Rodrigues era apenas advogado e o irmãom dele empregado na Associção Agrícola.
Todos se lembram que Ricardo Rodrigues se demitiu do Governo dos Açores aquando do caso de pedófilia conhecdio como Caso Farfalha.
Agora aparece - depois de fazer mais umas tantas ilegalidades, porcarias,  no âmbito de um jornal , do PS, que  foi à falência em Ponta Delgada! - como o homem forte do PS!!
Veja-se que pessoas o meu  ex-partido tem como arautos!.
Onde está Mário Soares? Onde está António Arnault? Onde está Almeida Santos? Onde está Carlos Candal (já morreu)? 
Creio que o deputado Ricardo Rodrigues é o maior defensor , no PS, dos casamentos homossexuais ,quando se sabe que não tem filhos... e que nos Açores é tido como membro do grupo Gay!
Portugal está do avessso!
Sócrates deixa estas pessoas tomarem posições de destaque e afundar Portugal.
Onde estão os milhões de euros  desviados da Caixa Geral de Depósitos de Vila Franca do Campo? Em cujo processo crime Ricardo Rodrigues foi arguido e salvo pelos amigos, contra a posição da Policia Judiciária?
Sei do que falo porque fui advogado desse  caso em que Ricardo Rodrigues era arguido, mas alguém se encarregou de o safar...
Se Ricardio Rodrigues me quiser processar que o faça!
Mas temos que saber quem era o procurador gay que o safou!O procurador que tinha um namoradao preso na prisão da Boa Nova , em Ponta Delgada!
Uma miséria este Portugal!
Por outro lado, ao longo do país vamos vendo tiranetes que defendem as suas capelinhas, contra o Povo.
Nas freguesias, nos concelhos, há sempre os "regedores" que vão emporcalhando Portugal e sendo responsáveis pela miséria em que vivemos.
Portugal está nas bocas do Mundo pelas piores razões.
Eu por mim preferia dar um tiro nos cornos de um desses tiranetes a deixar o meu amado, o meu querido, o meu adorado Portugal morrer, o país pelo qual jurei morrer se fosse necessário.
Declaro que se for necessário morrerei por Portugal, de armas na mão, mas há-de haver filhos da puta que vão à minha frente!
Os Povos têm o direito de se revoltar!
Os meus filhos, os teus filhos, os nossos filhos, não podem estar  na mão destes biltres.
Os portugueses , se for necessário, devem seguir o exemplo do Povo de Paris, os "sans culottes".que destruíram a Bastilha, que mataram Luis XVI e Maria Antonieta.
Se me quiserem processar, façam-no, porque eu não tolero pedófilos, que não confessam , nem corruptos que destroiem o meu amado Portugal.
Basta, já"!

122 comentários:

  1. Caro Dr. José Maria Martins
    Que a alma nunca esmoreça e que a mão nunca arrefeça a escrita e a forma como que se atira e denuncia os vendilhões deste nosso Templo que é Portugal.
    Desmascarado assim tal açoreano melhor se entende o seu papel activo na defesa do bando e do chefe dominante.
    Aceite o meu abraço

    ResponderEliminar
  2. Eu sei que é preciso fazer alguma coisa para não continuarem a saquear Portugal, mas será necessário ir tão longe?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha dúvida é se a sua pergunta "ir tão longe" tem a ver o modo ou com o calendário.
      No entanto, e como a sua pergunta foi feita em 2010 e já estamos em 2013, veja o currículo do actual PR, do vice-PM, da Ministra das Finanças, do Ministro dos Negócios Estrangeiros, e já agora, onde "mora" o padrinho do actual presidente da Câmara de Oeiras.

      Feita esta observação, espero ter retirado quaisquer dúvidas quanto à importância do "modo" como solução do fim deste Estado podre e que cada dia que passa só contribui para o avanço dos vermes.

      Eliminar
  3. Eu estive aqui só para o caso disto se tornar épico!!!
    Ponta garça forever lolllllllll

    ResponderEliminar
  4. E pergunto eu como Nacionalista , Fazer o que e como? enquanto for meia dúzia com vontade de revolta no meio de toda a carneirada

    ResponderEliminar
  5. mais 1/2 duzia com a sua força e dedicação
    e estes chulos e comilões iam para o sitio que merecem...RUA

    força em frente por Portugal

    ResponderEliminar
  6. Caro Doutor
    Bem haja por estas linhas!!... mas, sobretudo, pela coragem!!!
    Efectivamente Portugal não pode continuar assim!!!
    Respeitosamente

    ResponderEliminar
  7. Até me arrepio com a veracidade do constatado pelo Dr Martins. Ser humilde e honesto trabalhador paga-se caro, em Portugal e raramente os Tribunais se inspiram nessa veracidade, daí alguns Juízes deixarem os Tribunais e se passarem para a AP, o que significa que nem tudo está bem pelos ditos.
    Por bem menos do que foi aqui mencionado pelo Dr Martins,e por denunciar certos irresponsáveis, fui penalizado por duas vezes:-Primeiro pela entidade patronal que me aplicou um ano de inactividade profissional, pelo cometimento de vários crimes, nas Barras do Tribunal, interposta a causa por um dos ofendidos, o MP incriminou-me por um crime por difamação agravada, mas no Tribunal, quando me questionando se voltaria a escrever o mesmo,e agindo da mesma forma, mantiva a mesma versão de sempre, mantendo a mesma postura e ter dito que sim, este mesmo MP que retirou o crime mas pediu ao Tribunal uma pena de multa. Na Sentença a actitude que eu achava mais correcta seria a da absolvição, atendendo a que não deixara qualquer tipo de dúvidas, coisa que o assistente o não fez, além de mentir, também chorou e então a MMª, sempre sorridente, me diz, fulano, já não tem idade para mandar mais emails.
    Contenda final.Cidadão que se despede dos seus camaradas de trabalho, indignado com certas formas de trabalhar, na sua área, e não acreditando em histórias que ouviu, mantendo tal postura em Tribunal, é punido pelos Tribunais Portugueses, com uma pena de multa pesada, para um crime que acha não ter cometido

    ResponderEliminar
  8. Brilhante, caro Dr Martins. Obrigado por denunciar gente que não presta e que se apoderou dos mais altos cargos políticos do país.

    ResponderEliminar
  9. caro doutor diga o que sabe do jornal dos açores e dPa grafica que o imprimiu. Puxar este novelo grande bomba nos açores e em portugal

    ResponderEliminar
  10. caro doutor diga o que sabe do jornal dos e da grafica que o imprimiu.O QUE ISTO DAVA....

    ResponderEliminar
  11. Sem palavras...
    Quer um soldado para o seu exército?
    Aqui me tem, pronto e cansado desta corja que nos governa.
    Mas não de agora. Agora é o tempo em que vivemos e está mais fresco na nossa memória. Mas olhe que de todos os que por lá andam, pelo menos do Centrão (inclui PP), pouco mais valem, senão nada. E os outros, os da esquerda, de tanta demagogia que até enjoam.
    A nossa classe politica deve emanar da sociedade. Quais? Aqueles que melhores provas tenham dado no governo das suas próprias vidas. Como? Não sei. Espero que mo possa dizer o Dr.
    Por favor, continue, para que ainda cobardes, ao menos possamos desopilar o fígado e descarregar a raiva lendo os seus escritos.

    ResponderEliminar
  12. Bravo!
    Não vejo um comentário de repúdio ou de contestação. É caso para dizer: contra factos não há argumentos.
    E muito mais ficou por dizer, certamente. Sei do que falo.
    Parabéns, é um homem de coragem. Já estou farto de mariquices e do politicamente correcto. Admiro-o pela sua frontalidade. Bem haja!

    ResponderEliminar
  13. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  14. Independentemente das orientações sexuais do Dr. RR e dos processos em que esteve envolvido, torna-se ainda mais arrepiante a conivência dos órgãos máximos do País e do Governo dos Açores. Foi escandaloso a forma como o Sr. Carlos César “premiou” o referido Dr. após ter-se “despedido” do GRA.
    O que me faz impressão é ostentação de bens da pessoa em causa (carros desportivos, Iate, casas) dá que pensar o quanto o seu clã foi ou ainda é rico. Será que os negócios de família serão suficientes…
    Os meus parabéns ao Dr. JMM e que continue “apertar os calos” a estes Srs. Drs. que infelizmente fazem parte do nosso Governo e que dizem que foram escolhidos por nós.
    Açoriano

    ResponderEliminar
  15. Caro Dr. José Maria Martins, devo dizer-lhe uma coisa, eu fui tropa, jurei morrer pelo meu país, estou disposto a isso, vamos em frente, conte comigo, vamos formar um movimento de revolta...

    Abraços e Bem haja.
    @Beezz

    ResponderEliminar
  16. Este País está todo mal simplesmente porque quem manda nele são pessoas más, mentirosas e outras tantas cunhas dessas pessoas...
    E com o passar do tempo, estas pessoas vão ensinando os seus filhos, amigos, etc a serem iguais ou piores que eles e está á vista onde o País vai parar... Mas haverá um País dito desenvolvido onde estas merdas acontecem? Não creio...só se for uma "Burkina Faso" ou uma outra qualquer merda assim...Veja-se onde estávamos há 30 ou 40 anos atrás e veja-se onde estamos hoje... estamos bem pior e eu pessoalmente sinto uma enorme vergonha e nojo em ser um Português!

    ResponderEliminar
  17. Meu caro,
    José Maria Martins, não uso chapéu, mas se esse elemento fosse parte integrante da minha indumentária, certamente que o tiraria em homenagem à seriedade e frontalidade com que aborda este e outros temas que emporcalham PORTUGAL.
    Quando se iniciar o processo de contagem das armas, eu quero estar presente, pois está visto que estes sabujos são mais do mesmo, alternando-se na dita governação e fod...do o povo.
    Força movimento.
    Parafraseando-o eu posso morrer, em nome de um Portugal que jurei defender, mas levarei alguns canalhas comigo.

    ResponderEliminar
  18. Boas.

    POr favor, para compreenderem melhor este e outros casos, vejam como se formou a républica PT com a ajuda da Carbonária para que percebam porque é que este Ricardo Rodrigues não bate com os costaços na cana.
    Quem são os amigos "" G "" que o protegem.

    Enquanto não exposermos a Maçonaria PT, isto não vai a lado algum.

    www.so-me-apetece-cobrir.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. muito bem..parabéns....não está só nesta luta....

    abç

    ResponderEliminar
  20. De acordo com o seu discurso. Solidário com a sua causa, mas Dr, o sr tb já foi/é advogado de mtos diabos...

    ResponderEliminar
  21. "Declaro que se for necessário morrerei por Portugal, de armas na mão, mas há-de haver filhos da puta que vão à minha frente!"

    Subscrevo e apoio!!!

    ResponderEliminar
  22. Sr.Dr
    antes livres de que em paz sujeitos,grande par de tomates que bomba gosta de vez a resposta do acusado.

    ResponderEliminar
  23. Isto é que é ter tomates!!!
    Aguardo por ouvir coisas deste género já há bastante tempo.
    às armas, ás armas! pela pátria lutar!
    Contra os barões marchar, marchar!
    Nunca o hino fez tanto sentido

    ResponderEliminar
  24. A história não se esquece, e salazar apareceu exactamente no momento da decadência de portugal.
    Não é preciso tantos foguetes, toda a gente sabe o que nos resta deste país, a irresponsabilidade passou a ser um instituto de credibilidade, a verrumância dos argutos teóricos politicos, excede a compreeensão do direito, nem natural nem positivo , a vilania ocupa lugares de destaque, ser vil,corrupto, incompetente, mau e oportunistas, é apanágio de qualidade. Mas como sempre muita parra e pouca uva.
    A vida vai continuar, o descrédito das instituições, já foram, agora repor um minimo de dignidade é preciso um pulso bem forte, em todas as areas sociais.
    Bem hajam a todos que se expressam, na paz, sem insultos mas com valor credivel e sem baixezas, como as que alguns se referem.

    Não sou anónimo

    armando

    ResponderEliminar
  25. Eu também não sou anónima.
    Concordo com a maioria dos comentários postados e louvo a frontalidade do Dr. JMM. Também ouvi o que o deu origem ao seu escrito justificadamente revoltado e...pasmei.
    É formidável como não há vergonha.
    Eu sou mulher, mas há muito que clamo para que se pegue em armas!!! Acompanho os chamamentos anteriores. De outro modo não se vai lá e perdemos tudo o que temos, a honra e a Pátria. Estes tipos são uns crápulas brincalhões!Abaixo com esta Máfia rasca.
    Conceição Sousa

    ResponderEliminar
  26. Vamos libertar os Açores desses filhos do papá e amigos, de todos esses partidos e deputados que só andam a mamar à nossa custa!

    Vamos em frente açorianos!

    ResponderEliminar
  27. Há por aí muita gente que já diz que sente nojo em ser português... eu acho que não é caso para tanto. Eu continuo a sentir enorme orgulho em ser português e vontade em ajudar o meu país. Pudéssemos nós começar por pôr os Ricardos Rodrigues no desemprego dar trabalho remunerado a quem quer ajudar.

    ResponderEliminar
  28. Este sujeito tem um iate parado na marina de Vila Franca do Campo inscrito numa empresa de passeios turisticos para beneficiar do combustível a 5,00€ mas ninguem consegue marcar um passeio no mesmo.

    ResponderEliminar
  29. Caro Dr. José Maria Martins, ainda não o conheço mas já o admiro. Conte com um aliado nesse processo de denúncia dos indignos gestores políticos, reles administradores de empresas públicas e outros suseranos.

    ResponderEliminar
  30. O Sr. fala imenso em gays .
    Percebe-se que é um verdadeiro democrata.
    Armas na mão e tal .....
    Realmente é um verdadeiro guerrilheiro .

    Dá vontade de fazer a tal pergunta "onde estavas no dia 25 de Abtil de 1974 ?"

    ResponderEliminar
  31. Caro amigo, desafio-o a juntar-se a mim, para formarmos a Associação do Povo, contra a injustiça social, contra a ditadura económica e contra o egoísmo dos burgueses!
    O meu endereço é terrasegura@sapo.pt
    Precisamos de um advogado para processar todos os políticos e colaboradores económicos, pelos crimes contra o erário público, de que se apropriaram!
    Um abraço! Barros

    ResponderEliminar
  32. Concordo com tudo e disponibilizo-me para o que for preciso. manjvf@gmail.com
    vide: http://www.a-rasgar.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  33. Bravo!
    Ficamos a saber que Sócrates não é magistrado!
    Mais! Ficamos a saber que o Sr. não gostou que chamassem a Sócrates de Magistrado.
    Mas são os magistrados que se pronunciarão sobre o caso PT/TVI. Vamos aguardar! Será que vamos fazer julgamentos populares, como a seguir ao 25 de Abril o PC e a estrema esquerda fizeram? A justiça não anda bem, se não quem é que punha a circular factos processuais que atingem várias personalidades da Républica? Mas há que ter esperança! Nem todos os magistrados estarão inquinados! E você, que tão acintosamente dispara em várias direcções, está impoluto? Diga a quem lhe escreve para não ser anónimo. Os Homens dão a cara quando manifestam as suas opiniões.

    Luís Bárbara

    ResponderEliminar
  34. Caro Doutor
    Acho que tem razáo na sua indignação. Lamento no entanto que misture homosexualidade com crimes como pedofilia, roubos e inconpetencia.
    Luto desde que me conheço pela dignidade social e a justiça.Mas nas suas palavras e na de alguns dos seus calorosos seguidores, fica claro que também entre nós existem muitos potenciais terroristas. Pessoas dispostas a matar por desespero.
    Concordo com a revolta, lamento as consequencias desastradas, nacionalistas e conservadoras.
    O.A.

    ResponderEliminar
  35. Caro Dr.J.M.Martins, estou solidário com a sua denúncia....deviam haver muitos mais como o sr. para desmascarar tais figurinos. O que me deixa incrédulo é o facto deste senhor deputado, já tendo sido conectado a tantos escândalos de todos os crimes -pedofilia, corrupção, burla-além de ser conhecido por "veado" o que envergonha a todos nós HOMENS viris, em especial os açoreanos, conhecidos pela sua "pujança" (que me desculpem os restantes)ainda está a ocupar um cargo de tão elevada relevância no nosso país e ainda consegue ocupar um lugar de presidente de uma instituição de solidariedade como é a Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo!!!!!!
    Haja vergonha no nosso País. Defesa à Pátria honrada dos nobres portugueses.

    ResponderEliminar
  36. Caro cidadão José Maria Martins, estamos todos desolados com quem manda e povoa Portugal. Desolado estou eu, também, com o v. apontamento: "porque eu não tolero pedófilos, que não confessam".
    Mas há diferença?
    Pedófilo, é pedófilo, homem!

    ResponderEliminar
  37. Amanhã o cheiros dos cravos vai disfarçar o cheiro a merda

    ResponderEliminar
  38. Quando será que a Santa Madre Igreija descobre a careca a estes animais e porque não falarmos de desertores que agora se entitulam de PATRIOTAS.
    Bem haja caro causidico. Os meus parabens pelos TOMATES que tem.

    ResponderEliminar
  39. Caro Dr.,
    Conte mais coisas que sabe!
    Os Gays nao me preocupam,pelo contrario, mas os pedofilos, corruptos e Socratenianos em geral, esses sim devem ser motivo de preocupaçao de todos os portugueses!
    Os que lutaram por Portugal nao sentem nem sentiriam orgulho por estes portugueses.
    Dr.,
    Conte tudo o que sabe e ponha mais gente a contar o que sabem, so assim podemos denunciar!
    Coragem é o que nao lhe falta e é o que faz falta a este pais.
    Força!!!

    ResponderEliminar
  40. De facto isto anda mal...desde dos tempos conturbados da descolonização! aí sim, Portugal perdeu uma hipótese história de entrar no caminho certo. Os ideias da Junta de Salvação Nacional foram deturpados, Spínola foi enganado e Portugal foi dominado por um bando de ladrões e vigaristas que ainda dominam este País. O livro Negro da Descolonização foi censurado (salvo erro existem para aí uns 200 exemplares). Nós temos uma dívida histórica...se conseguisse-mos levar os idealistas da nossa descolonização à barra dos tribunais pagaríamos essa dívida e o País entraria no rumo, mas seria apenas o começo, o começo de uma longa luta, mas pela primeira vez teríamos os pés assentes no chão e não em merda e os portugueses poderiam finalmente levantar a cabeça e confiar na justiça. Eu há muito que o digo, que qualquer dia isto acaba mal...é só o primeiro a levar um tiro nos cornos...estala revolta sem dúvida, mas em todas as revoltas há oportunistas e é preciso ter cuidado e formular a questão: quem beneficiará com uma revolta destas? os portugueses não podem ser enganados mais vezes. Nós temos uma arma muito forte..O VOTO. Ainda ninguém se lembrou disso? O Saramago já...e eu tenho-o seguido...tenho sempre VOTADO EM BRANCO...muito me ria, se nas eleições legislativas mais de 80% dos Portugueses votassem em branco. aí sim, o poder voltaria ao povo e SERÁMOS NÓS A MANDAR E A IMPOR A NOSSA REGRAS, MAS CUIDADO com os nossos representantes, sim porque em todas as contestações existem sempre representantes de alguém, aparece sempre alguém de megafone a falar pelo povo e a tentar domesticar as massas que rapidamente se identificam com o homem, sim nós também somos animais e temos a organização da matilha, precisamos sempre de um líder, portanto e como somos sempre um pouco lerdos, o ciclo pode-se repetir será? bem não custa tentar e não se perdem vidas... VOTAR (PORQUE ABSTENÇÃO NADA CONTA) EM BRANCO e vamos ver o que dá...seria interessante.
    Vamos nessa portugueses?

    ResponderEliminar
  41. Em 1975, Portugal revoltou-se quando Otelo disse ser necessario juntar meia dúzia deles e passa-los pelas armas.
    Hoje, por outra ordem de razão, digo exactamente o mesmo, mas infelizmente parece que este país, se tornou num país de maricas. Já não há Marias da Fonte; temos um exercito e uma policia que mesmo enxovalhada se acobarda; no dia em que houver alguem para andar para a frente eu gostaria de estar na linha da frente.
    FORÇA PORTUGUESES !!!!! FORÇA PORTUGAL !!!!!!
    Acabem com todos estes bandalhos; passem-nos pelas armas; eu não me importo de pegar numa se necessário for.

    ResponderEliminar
  42. Caro Dr. Martins
    A nata que hoje governa(!? governa-se entenda-se) é a mesma que de coisa nobre faz troça. Troçar de um povo que os elege, é o mesmo que cuspir no prato onde come a sopa e, nós, fatalistas e macambúzios, já nem força temos para sacudir as moscas. Pobre povo... ricos governantes!
    A política deixou de ser coisa séria,passou a ser aquilo em que o hoje é verdade e amanhã será outra coisa qualquer. Aquilo que nos revela sobre esse cavalheiro Açoriano e membro do PS, se estivesse-mos num país a sério, há muito que estaria preso.
    Gostaria que soubesse que em 1967 jurei defender a minha PÁTRIA se necessário com a própria vida, hoje passados que são quarenta e três anos pode contar comigo, esta escumalha tem que sofrer na pele todo o mal que provocam nos outros. E nunca deixe de dizer as verdades.

    ResponderEliminar
  43. O Dr. Rodrigues pavoneia-se pela AR com ar de "mandão" apesar de saber que muitos de nós sabemos o que esse tipo fez nos Açores. Infelizmente como este Sr. há montes deles naquela que deveria ser a CASA DA DEMOCRACIA portuguesa.
    Alguns que dos que lá estão, e neste caso do PS, são uns autênticos ARTISTAS que antes de serem eleitos eram uns grandes...
    Mas, infelizmente, a nossa democracia está nesta situação. Entregue a uma corja.

    ResponderEliminar
  44. Caro doutor
    Lendo o que aqui li e constactando a sua coragem e revolta, acredite que me revejo em tudo o que aqui escreveu. Conheço esse canalha pessoalmente e sei que é mais um desses pedófilos que se livrarão às garras da justiça mal fadada que temos neste País que está a saque por uma corja de Ali Babás e os seus ladrões. Um dia que já lá vai, e envergando uma Boina Verde na cabeça, das tropas de elite deste País, jurei defender Portugal de bandidos que assassinavam sem escrupulos gente indefesa. Neste momento, a minha revolta é exactamente igual à de então. Conte aqui com um "soldado de elite" que está ao seu lado nesta luta contra esta corja de corruptos, pedófilos e vigaristas. Aceite um abraço de um seu admirador pela sua coragem.

    ResponderEliminar
  45. Se todos votassemos em Branco o que aconteceria? O que prevê a nossa Constituição? Precisámos urgentemente de "outros" políticos. Estes pertencem à mesma escola daqueles que aproveitaram o 25 de Abril para fazerem este Portugal o que é hoje. Votemos BRANCO e logo se verá. Pode ser que os políticos acreditem que nós já não os queremos. Estes não prestam. LIXO.

    ResponderEliminar
  46. Tenho pena que não vislumbremos em Portugal ninguém com a sua coragem e que mobilizasse os Portugueses para um projecto de País diferente deste que temos.

    ResponderEliminar
  47. Parabéns, agarrou o touro pelos cornos....sozinho, se precisar de mais um para continuar a tourada conte comigo. Estou farto de ver palhaços a afundar o nosso cantinho!

    ResponderEliminar
  48. Parabéns pela divulgação. Muitas mais terá que haver pois a corrupção (escondida) deixou de assim se chamar para ser descaração...
    Quanto ao voto em BRANCO NãO. Votos em branco contam tanto como abstenção, logo isso faz com que se 80% votar em branco 20% vão calmamente governar, pois basta um voto válido, e como é sabido todos os partidos têm fieis filiados, os que temos visto, que andam por aí a pavonear-se porque muitos votaram em branco e abstiveram-se.
    Pensem nisso!!!
    Anónima votante!

    ResponderEliminar
  49. Este escarro que já foi um PAÍS, está a ser governado por pederastas e pedófilos!
    Triste sina a tua, Portugal!!!

    ResponderEliminar
  50. Caro José Maria Martins
    Sinto a mesma mágoa e revolta. Estes senhores são o suporte de outros iguais que tudo fazem para que o compadrio, a corrupção e o interesse das corporações se sobreponha ao BEM GERAL.
    Sei o que fazer mas não como fazer para alcançar o êxito da missão... Para que outros na substituição destes não façam igual ou pior. O ser humano move-se por interesses e não por causas, muito menos este povo de “heróis do mar”, sem capacidade crítica de formação académica duvidosa. Parafraseando Fernando Pimenta – O pequeno filho da puta só não é grande filho da puta porque não pode se-lo...
    Bem-haja
    Manuel Dias

    ResponderEliminar
  51. Para que a Justiça em Portugal seja Justa. Acabando com todos esses palhaços,com a Corrupcçao,com esses filhos de puta dos pedofilos todos que vao parar a cadeia.Dr.Martins por favor continue a luta ja e tempo de acabar com essa palhaçada Viva Portugal,Viva aos Açores,que se limpe toda a merda que esta nos governos Açoreanos Madeirenses e Continentais que vao todos para a puta da rua. FORÇA SR. DOUTOUR MARTINS BEM HAJAM...

    ResponderEliminar
  52. Nada me admira neste, PS depois de Ferro Rodrigues e Paulo Pedroso agora aparece este sr. Rcardo Rodrigues deputado desta nação sem eira nem beira.
    Para os que ainda não tinham entendido porque o PS tanto se empenhou na lei das lésbicas e gays.
    Para onde caminham estes socialistas que de socialistas nada tem, por favor não votem mais nesta gente, é um favor que os vossos(nossos)filhos....

    ResponderEliminar
  53. Meu caro amigo, não o conheço mas corroboro totalmente das suas palavras.
    Este país precisa ser limpo do esterco que o asfixia e porque não usar as armas se necessário for. Eu sou um dos que digo constantemente que este país está a precisar de um 25 de Abril mas sem cravos no cano da arma, mas sim a vomitar fogo para acabar com todos os filhos da puta que nos andam a roubar e digo mais , não tenho problema nenhum em dar a minha vida por um país melhor para os meus filhos.

    ResponderEliminar
  54. Bem haja pelas suas palavras livres e em defesa do nosso Portugal !
    Coloquei uma hiperligação para o seu excelente texto!
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  55. EU NÃO SOU NINGUÉM!
    e daí o pensamento grave que afecta este povo que em tempos foi valente! de que vale eu estar contra seja o que for? de que vale a minha posição se este povo continua a pensar que enquanto não me cair no prato o problema não é meu?

    estou pasmada e farta de tantas decisões serem mal tomadas e de afundarem este povo que em tempos foi valente...
    temo e estou certa de que nada, nem ninguém como eu fará alguma coisa para impedir este nosso cantinho de se afundar...

    estou triste e adorava que alguém me explicasse como enfrentar estes biltres que nós criamos e deixamos que tomem decisões por nós...

    ResponderEliminar
  56. Vamos limpar Portugal,com dignidade e Honra...Força Sr. Doutor! como iremos avançar?!
    Estou disposto a qualquer proposta...

    ResponderEliminar
  57. Sr. Doutor sou militante não activo do PS, no meu caso so preciso de angariar uns fundos para poder subir de posto dentro do partido,como é sabido por toda a gente?! Ou se arranja fundos ou então se é filhinho de papá...Sempre poderia angariar uns fundos e me converter em espião da nossa futura fundação "Povo Livre de Corrupção",e depois de estar la dentro poder passar informações!

    ResponderEliminar
  58. Drº, acredite, não quero acreditar que um deputado da nação seja um malfeitor.

    Mas assim sendo…apenas uma questão se coloca, quem pára estes fora-da-lei encartados, e que credibilidade tem RR para dar opinião no que quer que seja??

    ResponderEliminar
  59. Estou longe desse Pais, Macau, mas mais do que ir ä missa, ouço os telejornais todos os dias e leio os jornais na net. Estou ausente, mas presente, há 25 anos. E pergunto-me, vale a pena resistir? Eles estão no poder, construiram os lobis, e estão intocaveis!!! Dizem-se eleitos pelo povo, sem o conhecerem!! Defendem-no sacando-lhe o pouco que teem!! E nós (vocês)? Quando há votos batemos todos a cabeça com mais ou menos jantares, com mais ou menos mordomias!!! Claro que admiro a coragem de quem clama no deserto, porque acredita...em quê?
    Resignem-se porque só têm o que merecem, ou então criaram.
    Um longincuo abraó a todos

    ResponderEliminar
  60. Caro José Maria Martins,
    Fico-lhe grato pela sua coragem e significativa contribuição na ajuda ao esclarecimento sobre a súcia, que por artes mágicas e tentaculares se apoderou do poder nesta nossa bem amada Pátria, que também eu jurei defender até à morte e faço questão absoluta de honrar tal juramento, tal como muitos portugueses, estou certo, assim tenha quem me acompanhe.
    Estou confiante de que mais à frente nos encontraremos na mesma barricada.
    Bem-haja

    ResponderEliminar
  61. GRANDES TOMATES! Candidata-te que eu voto! (E palpita-me que não serei o único.)

    ResponderEliminar
  62. Como se mudam os genes? Sim, porque este é um problema genético, e vem do tempo do Vasco da Gama. Veja-se este vídeo da deputada estadual brasileira Cidinha Campos...

    http://www.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fwatch%3Fv%3DG-SHAak_stc&h=a31a9

    Surjam vozes como a sua e como a senadora e talvez, por cansaço, os genes mudem... mudar os políticos não chega.

    gasparsil@gmail.com

    ResponderEliminar
  63. Quando uma vez falaram a Che Guevara sobre o início de uma revolução, ele perguntou: deram tiros?! então não é revolução nenhuma.
    No 25 de Abril eu era militar,tinha 20 anos, e perguntei: mas as flores nos canos das armas não murcham?! Mais tarde acabei por ter um processo de incendiário e outro de desertor - por acaso estava nos Açores... era militar nas Lages e estava efectivamente ao serviço.
    Foi aí que me senti profundamente umilhado como português, quando o então governador Mota Amaral seguia em segundo lugar, com o comandante americano na frente - em terra portuguesa.
    Hoje, quando dos peditórios "oficiais" (a caridadesinha), respondo com verdade: só dou dinheiro se for para a compra de armas para uma revolução.
    Miguel
    Ei-los aí, mais fortes que antes

    ResponderEliminar
  64. ruibico@hotmail.com12 de maio de 2010 às 16:44

    Caro Doutor,

    Pessoas como o Senhor, fazem falta para esclarecer o povo. Pessoas como eu fazem falta para cerrar fileiras. Estou pronto para a luta (desde que armada), estou pronto para ser algoz desta canalha, retirando-lhes todo e qualquer tipo de poder, bens e meios económicos. Ao fim de 18 anos de descontos, sem trabalho, sem apoios de qualquer tipo, sem previsão de futuro, vejo-me obrigado a emigrar, para continuar a assumir as minhas obrigações e responsabilidades (algo que essa corja não sabe o que é!, quando sai de Portugal, chorei, não por ser emigrante, mas porque me senti um proscrito. Não é vingança o que desejo, é uma inabalável sede de justiça. Para estes bandidos, só resta uma solução: Prende-los, julgá-los, e após cumprimento das sanções a Proscrição, expulsá-los de forma humilhante, sem qualquer tipo de meios (deixá-los a 1000 milhas no oceano, por exemplo só com colete, é uma sugestão!)e dar-lhes o titulo de "persona non grata". Só quem, como eu está fora de Portugal, conhece as negociatas que se fazem nos palops, com estes animais. Como o facto de serem avalistas de empréstimos no valor de 2 mil milhões de dolares, junto do FMI, cujo beneficiario é Angola (ainda não tem um mês). Que interesses é que se estão a defender? De Portugal?
    Como em tempo de guerra não se limpa armas, gostaria de o informar que a minha está limpa, já à algum tempo.

    Conte comigo!

    Rui Bico

    ResponderEliminar
  65. CRIAR É A SOLUÇÃO

    Já estamos a constituir o movimento de salvação de Portugal, pela mão dos que não viram costas e lutam (alguns porque acham que não têm outro remédio, outros porque inconscientemente se acham presos à terra e outros porque gostam de resistir), perante todas as adversidades!
    Vamos resistir e impor os nossos fins!
    Consultem:
    http://associacoes.org/blogs/jade
    Participem, caso queiram ficar ou regressar e critiquem, porque a crítica é sempre melhor, se for mais destrutiva, porque rasga as palas de cada um!
    Como consulta têm:
    http://greatesthitsweb.blogspot.com

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  66. Issom mesmo DR. fale mais coisas de Vila Franca do Campo, pra saber a podridão que foi feita no caso da CGD.

    ResponderEliminar
  67. Num à parte; o tempo das vacas gordas acabou e o tempo das vacas magras faz revoluções. Já dizia Marcelo!
    Um conselho aos senhores políticos do bloco central de corruptos, pervertidos e gananciosos; comecem a fazer as malas, para não termos que sujar as nossas lindas ruas com tanto sangue. O tempo escasseia; que digam os senhores do SIS, que andam a pesquisar os computadores. Ontem, como hoje, também as secretas ajudam, porque já se enojaram de tanta podridão!
    Têm mais consciência que os doentes mentais que se dirigem, em vez de terem dirigido Portugal!
    Então, neste País, pessoas de valor enorme estão condenadas a receberem 350 euros por mês, quando os medíocres roubam quanto querem, só porque pertencem ao grupo Gay ou de outra qualquer sociedade?
    Ninguém tem o direito de escravizar quem é diferente; é isso que aquele grupo está a fazer, em vez de se irem tratar todos!

    ResponderEliminar
  68. Meu amigo Dr. José Maria Martins:
    Se precisar de acabar com esta palhaçada de vês contacte-me e alguma coisa se há-de arranjar (mail: justiceirodecoimbra@gmail.com)
    Vontade já vi que não falta.
    A revolta cresce a cada dia que passa.
    Além dos políticos existe um outro grande problema: a comunicação social.
    O Justiceiro

    ResponderEliminar
  69. Infelizmente as suas palavras têm um eco que não irá além desta blogesfera e os "zé povinhos" que agora tanto o apoioam não estão preparados para a REVOLUÇÂO - estão demasiado dependentes das chaves dos seus BMW - das suas carteiras cheias de plástico dourado - dos seus telemóveis topos de gama - das suas férias no Algarve - de costa direita à sombra de uma qq esplanada a ler o "Expresso" e dar palpites politicos..........
    O ópio do povo é o consumismo e os bens materiais ... por isso é muito lindo falar e depois nada fazer.... Acho que devemos testar a nossa capacidade revolucionária em coisas simples - para ver se depois estamos prontos para derrubar os biltres - o que temos que fazer não é falar... isso faz o Sr. Pacheco Perreira e afins à 20 anos na TV.. debitar baboseiras da boca para fora e nada fazer também eu...
    Atacar onde aos biltres doi mais .. que garanto-vos não são os timpanos.. é na CARTEIRA meus senhores... Exemplo - a Chulice da EMEL em Lisboa - vamos partir, escavacar, destruir todos os parquimetros de Lisboa para ver como é que eles ficam... vamos todos passar nas VIAS VERDES da Brisa sem pagar.... na Ponte Salazar o mesmo... Começar a Gamar em tudo o que se possa, tal como eles fazem... os cidadãos tem direito a ser reembolsados das despesas que tem em virtude de se deslocarem aos Tribunais para serem testemunhas .... ninguém o faz...
    vamos fazer pequenas revoluções para podermos chegar às grandes ... a própria PSP é lixada a torto e a direito pelos Biltres e eles que são policias nada fazem...
    Bem haja a este blog...

    ResponderEliminar
  70. Obrigado. - É para começar o que mais me jusifica intervir. Já li alguns dos seus escritos e por isso, elogio a sua frontalidade, força e coragem, porque mostra saber do que fala e a RAZÃO que lhe assiste, e sobretudo aos mais fracos, ignorantes ou desconhecedores das Reais (de Realidade não Realeza), trapalhadas, Vigarices, mentiras e encobrimentos que os "Trafulhas" e "Corja" Politica fazem. Sei que não são todos, mas os que se calam e não de demarcam ou denunciam, tem o mesmo rótulo. E este PS de Sócrates e companhia, sãomesmo crápulas. Tal como este Ricardo Rodrigues e as mirabolantes palavras "do ÓNUS da PROVA", que tanto lhes convém e que assim vão prescrevendo processos de amigos, etc... - Peço-lhe, DENUNCIE com força e coragem tbm os casos obscuros da Pedófilia e defenda com garra, os já denegridos e caluniados Ex-Casapianos, em que tudo fazem para baralhar e perdoar, com cmplicidades e mentiras.! E contra a Licenciatura de domingos e fins de semana do Sócrates, professores corruptos, oportunistas bem pagos, e as outras desculpas seguintes ao Freeport, como os casos PIN, Novas Oportunidades, Investimentos suspeitos, Cais da Rocha, pontes, Barragens, etc., além do teimoso TGV, e tantas nomeações, arrogâncias, cretinices que nos empurraram para esta CRISE ESTÚPIDA, em que alguns ainda se Governam mais e melhor, e os inocents é que pagam. Vou continuando a lê-lo. PARABENS e Força.

    ResponderEliminar
  71. Meu Caro Zé :
    Como tudo o que diz se tornou tão banal no nosso querido País!O senhor tal como eu fazemos parte dos últimos guerreiros, somos gotas de água de um oceano corrompido,somos honestos em vias de extinção,somos trabalhadores não valorizados,somos cidadãos incómodos e pregamos valores já obsoletos.É assim que nos rotulam esses que por cá abundam e nos governam e legislam .O senhor não deve não teme e eu também não, por isso mantemos a verticalidade, os valores e falamos bem alto o que pensamos e o que sentimos, cada qual no seu local. Até quando ?
    Para si a minha admiração!

    ResponderEliminar
  72. ...è uma pena que só o Sr. alerte para estas atrocidades, roubalheira e muito mais, e é uma pena porque aqueles que calam são tão culpados como aqueles que roubam e afundam Portuga...Tem mais um soldado para o seu exercito, Força

    ResponderEliminar
  73. Boas Drº.
    É cá dos meus, este país está precisar de grande abanão, a corja uniu-se para nos tramar, veja-se este novo pedido de sacrificio ao povo, sempre os mesmos a pagar a factura.
    Onde vamos parar, temos que dizer basta, isto é só direitos, deveres é para os mesmos do costume, os honestos é que pagam a factura.
    Os senhores políticos que deveriam dar o exemplo, muitas das vezes e embora Lei o exige nem a Declaração Rendimentos apresentam ao Trib Constitucional, isto é cá uma lisura e transparênica de trazer por casa.
    Conte comigo.
    AA

    ResponderEliminar
  74. Ex.mo Sr.Dr.
    Já a muito tempo que não lia nem sentia esse seu patroitismo em ninguem publicamente, obrigado pela sua coragem em falar da verdade que nos rodeia e infelizmente continuamos a olhar para o lado.Se for preciso tem mais um soldado ao seu lado estou farto desta corja de maltrapilhos,pedófilos,ladrões e mentirosos que nos sugam tudo, quem me conhece sabe que vermelho só o Benfica mas em PORTUGAL ser da direita centro ou esquerda o esterco é o mesmo desde que esteja no poder tudo bem.Muito obrigado por não ter medo, da coragem a quem leu esse seu post.

    ResponderEliminar
  75. Por força de profissão, que já foi a sua, não me posso exprimir com liberdade, sem estar sujeito à dita alçada disciplinar e criminal........Tenho pena, muita pena.
    Sito que nas suas palavras existe um patriotismo que saiu da latencia e que se alastra e contagia cada um que lê este seu blog.
    Não concordo com tudo o que tem ai escrito, mas concordo com parte das coisas ai ditas, com coragem e a certeza que só um homem de convicções fortes e certezas inabalaveis pode ter

    ResponderEliminar
  76. Bravo Martins e força na caneta!...
    Um ex. colega
    Almeida

    ResponderEliminar
  77. Finalmente, alguém com coragem!
    Bem-haja!
    "Revoltemo-nos" de uma vez por todas. Basta!
    Vera

    ResponderEliminar
  78. Às vezes a arte de falar verdade é coberta pela arte de mal falar. A coragem de escrever todos temos. Coragem sim, no confronto.

    Aguardo ansiosamente.

    ResponderEliminar
  79. Que vergonha de texto, que vergonha de homens este país tem... Não percebi o deputado é gay ou é pedófilo, ou é a mesma coisa na sua cabeça... E o Senhor tem cá uns amigos, conece-os a todos por variadíssimas razões mas está em todas. Desde quando é que é necessário ter filhos para se ser a favor ou contra o casamento gay? Eu sou mulher, não tenho filhos por opção, não sou gay, sou casada, e sou a favor do casamento gay. Desconfio de todos os homens que têm aversão aos gays assomidos, fico sempre a pensar que têm inveja e que vivem uma vida dupla com um casamento e filhos de fachada. Como dizia um amigo "gay" há muitos anos, acerca "destes casamentos" "é um disfarse ao cu". A unica coisa que diz de geito nesse seu texto é quando pergunta pelos politicos a sério..., mas essa colheita infelimente já não está no activo e agora somos governados (se não for o PS é o PSD e é tudo a mesma merda) por pessoas mal formadas sem cultura que são gestores ou advogados, ou ejegenheiros de qualquer coisa e que se filiaram nas "jotas" não por qualquer convicção pliticamas sim para o "futuro tacho" o jogo de influências... Metem-me nojo..., com barriga, de fato e gravata de marca mas sem o minimo gosto, com gel no cabelo ou no que resta dele, com o perfume da moda e oculos à "Martin Man" (e que colocam na cabeça quando estão no interior) não sabem comer, mas vão aos melhores restaurantes (para almoços de negócios) e jantares de "casais amigos" regados de caipirinhas aos fin-de-semana, têm mulheres que trabalham nos bancos e vestem invariávelmente factos de calça e casaco de polyster, com camisas justas que nas que já têm uns pneusinhos notam-se os rufegos e parece que a camisa vai rebentar, usam madeixas no cabelo que as faz parecer ter mais dez anos. É este o seu retrato e o dos seus amigos e inimigos..., quantos livros leu na sua vida? e quais? Deixe-me adivinhar..., talvez "Quem mexeu no meu queijo" e o "Código DaVinci" e sua mulher e as amigas lêm os livrinhos do Paulo Coelho, e todos os de auto-ajuda que lhes falam... certo?
    Não são o tipo de pessoas que mereçam a minha concideração e muito menos admiração.Lamento.

    ResponderEliminar
  80. claro que não vai ser aprovado, que aqui acima só estão os que dizem amen.

    ResponderEliminar
  81. Irresponsabilidade, desrespeito, e corrupção governam o nosso País.
    E pergunto eu...
    Se n fossem os próprios a governar..., as nossas leis seriam assim tão brandas para criminosos, pedófilos.., corruptos e outros da mesma laia?
    Antes de eles começarem a sair da "toca" , prendiam-se os criminosos e agora?
    Agora pode-se ameaçar de arma na mao e até matar impunemente, porque ninguem os leva presos por isso.
    E sabem porquê? Simples:
    - Se não os prenderem ou se os soltarem - como fizeram há 2 anos- ,mil e tal presos foram soltos-, não há gastos diários nas prisas..
    - Os idosos indefesos são assaltados e muitos deles não resistem. Quantos mais criminosos andarem à solta, mais reformas o governo deixa de pagar..
    Ah... e depois tem a outra vertente da história, que muito interessa ao governo: Enquanto o povo português se preocupa com os crimes, em fechar portas e janelas para se proteger..., não tem tempo para pensar na miséria a que este governo está a levar o País.
    Já dizia o "filósofo" ..." Portugal está à beira do precipício..., vamos dar um psso em frente " ( N sei se é filósofo..., só sei q diz umas merdas )
    É urgente um 25 de Abril para correr c eles todos ...
    Para mudar a merda...., têem de mudar também as moscas.

    ResponderEliminar
  82. ~já deixei de acreditar neste país de corruptos e oportunistas sobram poucos serios e geralmente estes que não se deixam embarcar por esta podridão sofrem bastante, são despedidos quando defendem a sua dignidade, outros não são promovidos não por serem competentes mas por serem uns grande lambe botas uns verdadeiros merdas, e infelismente existe em abundancia essas criaturas. A ideia do voto em branco seria um bom começo.

    ResponderEliminar
  83. o voto em branco seria um bom começo!
    neste país há muitos lambe botas criaturas que metem nojo não é nada saudavel conviver com esta corja.
    A dignidade humana está em perigo, discordo que ponham no mesmo cesto gays e pedofilos, é um erro.

    ResponderEliminar
  84. - Eu, militar de Abril subescrevo a generalidade dos comentários sobre a actual classe política, que infelizmente para Portugal, conjugam num todo incompetência, desosnestidade e total desrespeito por este bravo povo trabalhador, honesto e bem querido em qualquer parte do mundo. Por isso digo presente e disponível para correr com esta escumalha.

    ResponderEliminar
  85. Caro ex.colega dos tempos que orgulhosamente envergava uma farda e que em boa hora trilhou outro caminho que não o da dependência imposta por mentes retrogadas e que sem escruplos, atendem tudo e todos para manter as suas "quintas".
    Desde sempre achei que nesta composição governamental, faziam parte, uma parte de gente á parte dos comuns mortais. Os Ped+ofilos e sua corja, que ao abrigo de uma imunidade e impunidade assustadora, movida por reúniões maçónicas, ramificam por todo lado na vida politica nacional.
    Se um olhar atento verificar as "mãozinhas" deste tipo sem qualificação no vasto dicionário Português, verificamos uma semelhança enorme em todos eles. Deus os marcou, ou o diabo.
    Deixam marcas por onde passam, mas a mim não me marcam. Se um dia, um Homem aparecer com carisma suficiente para uma revolta coletiva, estarei na linha da frente na primeira hora, para varrer da face da terra estes "mãozinhas" e coloca~los todos juntos onde poderão dar azo a sua imaginação e comerem uns dos outros assim como gostam de comer "Carne Tenra".
    Força companheiro`!
    Dura Lex sed Lex.....

    ResponderEliminar
  86. Caro Drº. temos é que correr com esta súcia de asnáticos oportunistas de uma vêz por todas.
    Força e Viva Portugal

    ResponderEliminar
  87. Bem haja Dr. Martins, que DEUS lhe dê muita saúde para continuar a desmascarar esta cambada de incompetentes que tomaram o nosso PORTUGAL de assalto.

    Cumps.

    ResponderEliminar
  88. Boas!!!!

    Se calhar já vai sendo altura de resolvermos esta "doença" (de doença não tem nada)de outra forma mais eficaz!!!!! Pelos vistos por mais Justiça, mais escritas, mais blogues...não vai lá.
    "Quem com ferro mata, com ferro morre" ditado antigo, mas sempre actual!

    ResponderEliminar
  89. Já não sei em que pensar,muito menos em quem acreditar,este caso faz-me trazer á memória um outro "senhor" que foi presidente da Câmara de Ourique,no alentejo e que tem um rol de irregularidades. E de seguiada foi parar ás listas do "P.S.D.".Talvez para fugir á "justiça".
    Termino como comecei,já não acredito em ninguém e
    muito menos no que vai restar deste rectangulo á
    beira mar plantado:O meu anónimato deve-se apenas
    e só as dificudades que tenho em lidar com tudo isto.Não quer ser um cidadão deste Pais de vigaristas e aldrabões.

    ResponderEliminar
  90. Dr. Martins,
    A sua coragem é de facto admirável, só comparada, em dimensão, à falta de dignidade e à "veia" criminógena desse Sr. Ricardo.
    Há momentos em que sinto vergonha de ser açoreano.

    ResponderEliminar
  91. Somos um país de carneiros e de cobardes, salvo raríssimas excepções, como se pode ver acima. Aceitamos passivamente sermos indecentemente roubados por esta cambada de corruptos, delinquentes,ladrões e pedófilos. Poupo os pederastas, pois é a eles a quem dói os rabiosques!
    Está na altura de atirarmos esta corja de políticos pelas janelas do parlamento, como se fez ao espanhóis na Restauração.
    Quando a hora soar, serei mais um a lutar!

    ResponderEliminar
  92. Subscrevo toda a revolta e indignação expressa neste comentários e que é, certamente, o sentimento de todos os portugueses, excepto os que integram a pandilha.Portugal generalizou e quase que oficializou a incompetência, a corrupção, a pedofilia, o tráfico de influências, o branqueamento, etc..Mas mais grave do que o quotidiano do nosso País, são os valores que se transmitem à nova geração, para quem esses são valores normais e garantes de um bom "tacho" futuro.VENHAM AS BRIGADAS VERMELHAS ACABAR COM ESTES CHULOS E LADRÕES!!

    ResponderEliminar
  93. Mandem estes criminosos para onde deve ser.

    ResponderEliminar
  94. Quem enfia gays, pedófilos e vigaristas no mesmo saco não merece a minha consideração. Quer explicar-me de que forma entram os gays nessa sua diatribe?

    Acresce que não suporto gente que escreve com erros grosseiros de ortografia, pontuação e sintaxe. É a forma de preconceito que escolho. É preconceito, sim, e penitencio-me por ele. Mas o meu preconceito é mais (muito mais) inofensivo do que o seu. O seu é perigoso.

    ResponderEliminar
  95. OBRIGADO !
    É preciso ter tomates para o fazer, e tenho pena de não existir mais gente que denuncie estas corja !

    ResponderEliminar
  96. Tem toda a Razão Sr. José Maria Martins
    O nosso país está entregue a Coisas sem escrúpulos, pois se fossem gente ainda tinham a minha consideração. Os nossos antepassados que tanto lutaram para que o nosso país fosse um império, que tanto defenderam o nome de Portugal, devem estar nestes últimos anos devem estar deprimidos como tantos outros portugueses.
    O que podemos fazer para que esta sujidade, porca, impune desapareça de vez da nossa governação? É a pergunta que faço diariamente. A resposta que dou é continuar a acreditar que ainda existem valores que têm de ser passados para os nossos filhos, e hoje mais do que nunca. Faze-los acreditar que já existiram grandes Homens (falo no sentido universal da palavra), neste país, que por acreditarem tudo mudou. Acreditar passa por todos os dias fazer algo de melhor pela nossa vida e de todos aqueles que nos rodeiam. Abrir caminho, não calar, denunciar as injustiças, fazer ouvir a nossa voz mesmo que seja fraca, dar a mão a quem dela necessita, fazer o elo de ligação que nos une como um todo.
    Nós sabemos que muita coisa está mal, mas nós também alimentamos este ciclo, nós não estamos impunes. Pensem!!!
    Vejam o que estamos a fazer às nossas crianças quando desde que nascem começamos a comparar com os gráficos dos percentis. Quando entram para o jardim-de-infância nem têm tempo de brincar, pois têm é de aprender a escrever, a ler, a estarem bem comportadas, para que nós pais possamos estar orgulhosos e novamente demonstrar perante a família e amigosa grande evolução. Quando entram da escola, vem os rankings para ver, dentro de um ensino medíocre, quem são os craques, e os nossos filhos mal ou bem tentam sobreviver. Na escola não há espaço para quem tem mais dificuldade ou tem um tempo mais lento de aprendizagem, todos têm de estar no mesmo nível, pois somos, afinal, todos iguais. Agora já não basta ser aluno médio, tem de se ser sempre muito bom, mesmo que seja à custa da competição e colocar o pé em cima do outro. O próprio ensino e até família “desculpa” as falhas dos “bons alunos”, pois esses têm desculpa para tudo, são a geração dos intocáveis, mesmo que façam as maiores barbaridades aos colegas. O pior é que vão crescendo assim e são os adultos que já temos e estamos a criar ainda muito mais. E nós pais e sociedade continuamos a compactuar com tudo isto, alimentando, alimentando, e ainda dizemos aos nossos filhos que o mercado de trabalho é assim e esquecemos que somos nós que fazemos o mercado de trabalho e esta sociedade. Depois aparecem as queixas…. Crianças com comportamentos completamente desadequados à sua idade, que nem sabemos se são crianças ou pseudo-adultos. Crianças que por causa uma pequena prova de avaliação começam a ter doenças psicossomáticas. Concurso em que colocam crianças a competir com adultos. Crianças que mais tarde são jovens que não estão preparadas para a frustração, pois têm que se ser sempre muito bom. Mais tarde no emprego vale tudo para subir, ajudar, partilhar, são palavras vazias. Atenção não é problema ser-se bom aluno, é a forma e à custa de quê que isso se consegue e é alimentado. É onde tudo começa, o embrião.
    Já não existe espaço para se Sonhar e Acreditar, pois estamos envenenados, infelizmente. Somente quando acordarmos, para o que cada um de nós pode fazer para melhorar e quebrar estes ciclos que nos corrói, é que a nossa sociedade pode mudar e isso começa em nossa casa, em nós e nos outros que temos a nosso cargo. Apoiar quem tem coragem de dar voz, sem medo, a estas aberrações. No passado as batalhas eram ganhas pela união e lealdade. Hoje temos de adicionar integridade, compaixão e respeito, pois somente assim conseguimos não nos misturarmos na lama da mediocridade.
    Por favor façam o trabalho de casa e não esperem que sejam os outros a mudarem o vosso caminho!
    Helena Caetano

    ResponderEliminar
  97. Parabéns pela coragem!
    Vive-se actualmente um clima de medo que nunca senti nos anos da "antiga senhora"... Eu, por ex, gostava de gritar bem alto a minha concordância com cada palavra sua. No seu texto só falta a generalização da corrupção, das injustiças "aprovadas",(...)
    Não me alongo porque as situações que relata para mim não são novas, o que muda é o nome e o sítio em que são praticadas. Tenho sofrido horrores por dizer o que penso e que o senhor tão facilmente resumo desta forma «Nas freguesias, nos concelhos, há sempre os "regedores" que vão emporcalhando Portugal e sendo responsáveis pela miséria em que vivemos.»
    Que haja muita gente com a capacidade de o ajudar a trazer este e outros tristes casos à praça pública.
    Infelizmente eu não tenho mais forças para erguer a voz... nos meios pequenos somos achincalhados e a nossa vida torna-se impossível.
    Ao nível da nossa nação... quem acreditará que mais um escândalo possa servir de algo? Eu já não creio, lamento muito admiti-lo. Neste país tudo se encobre; tudo se arquiva; tudo se destrói; tudo se amarfanha; tudo se resolve-quando se trata de determinadas "individualidades" e seus "protegidos" ninguém consegue fazer prova ainda que do óbvio. Eles fazem belos discursos, andam veículos estatais, usam a protecção dos cargos públicos, coagem com a pseudo importância que têm, aceitam luvas e fazem desvios, enriquecem num ápice, mas serão sempre inocentes, e a cada acção que lhes é movida ascendem na carreira política... é assim que funciona, não é?
    O povo, todos nós que honestamente queremos viver, pagaremos com o suor do rosto os seus luxos e as suas petulâncias.

    ResponderEliminar
  98. Tenho estado a acompanhar este blogue e concordo plenamente com a opinião generalizada de todos vós. Existe um descontentamento geral. Conheço dezenas de pessoas que têm a mesma opinião. Se o povo é capaz de se unir para ir festejar a vitória do seu clube de futebol ou ir ver o Papa, porque não se unir para uma causa comum que influência o presente e o futuro de Portugal. Creio que está na hora, como o lema dos mosqueteiros, "um por todos e todos por um", de nos unirmos e manifestaremos o nosso descontentamento publicamente. Acredito que quando esta energia de união começar a tocar a Alma Lusitana, todos sairemos à rua para dizermos BASTA, pois existe muito mais pessoas com vontade da mudança, mas estão perdidas ou adormecidas. Antigamente as pessoas reunião-se e davam a cara perante o grupo, agora escondemo-nos por detrás de um computador e achamos que estamos a fazer alguma coisa importante. Não se pode deixar que os Josés Marias Martins e as Alices de Portugal fiquem sozinhos nesta luta que é de todos nós. Temos que os apoiar e unir as nossas forças e Gritarmos a Uma Só Voz - BASTA - e agora pergunto "QUANDO?"

    ResponderEliminar
  99. tambêm entro nessa guerra, Enquanto não houver um maluco que dê um tiro nos cornos desses sacanas que nos andam a enganar e a comer por parvos, isto não vai a lado nenhum. Força +e preciso combater esses pulhas

    ResponderEliminar
  100. Corisco

    Força General Dr. José Maria Martins, admiro a tua coragem e podes contar com mais um soldado no teu exército.
    Pergunta a este patife Ricardo Rodrigues que se passou com a Associação Terra Mar, em que era Presidente da Mesa da Assembleia Geral. O Governo do César enterrou milhares e milhares e não se presta contas. Quem não deve não teme! Apresente contas!
    Fartam-se vilanagem . Quos Vadis

    ResponderEliminar
  101. Zé de Baião

    Caro Senhor José Maria Martins,

    Compreendo a sua revolta e estou com ela. No entanto, as armas terão de ser a escrita, os movimentos, as denuncias, as lutas democratas. Vejo o seu comentário com esse intuito e não como uma guerrilha de armas em punho. Sou jovem e tinha apenas 2 anos quando se deu o 25 de Abril, pelo que não o vivi. No entanto, sinto-o muito mais do que muitos daqueles que viveram as dificuldades anteriores ao 25 de Abril.
    Tenha força, vamos todos ter força e unir todos os esforço para levar este país em frente.
    Lamento que a maioria dos que opinam também procuram o poder por interesse e quando lá estão fazem o mesmo. Mas ainda acredito que há gente como a deste blogue que luta por pincipios e pelo povo do nosso País.

    Um grande abraço.

    Zé de Baião

    ResponderEliminar
  102. Quero recordar que os nossos governantes comportam-se como crianças, com medo dos pais; aliás, já houve alguém, esperançado em ser nosso Pai oficial, que pediu para se contar a verdade aos portugueses...!
    Bem, hoje começaram por decretar a falência de 30 municípios, sabendo-se que bem mais estão em falência técnica e a quase totalidade para lá caminha.
    O que acontece quando nos endividamos, na previsão de um futuro financeiro, que depois não se cumpre?
    Pois é; no fim da primeira república decretaram logo a falência, porque alguém mais honesto, lúcido e mais directo entendia que os municípios faziam parte do Estado; como hoje se fala de autonomias e privatizações do Estado, com parcerias público-privado pelo percurso dos malabaristas, que querem diminuir resistências e apanhar-nos a dormir, alguém virá dizer cobardemente que a falência dos municípios é problema dos municípios e o Estado dos príncipes regedores parasitas assiste, e até proporá que se vendam os municípios a privados, que queiram ter fregueses próximos e obrigados! Como o povo português gosta de dormir...; porque é dia santo na loja quando o patrão está fora. Nós, o povo português, accionista de Portugal, contratamos os gestores políticos, para nos governarem e depois não os despedimos atempadamente, quando andam a fazer falcatruas com o nosso dinheiro; temos estado fora...

    ResponderEliminar
  103. Até me Arrepio ao ler estas linhas, mas arrepio por saber que são verdade (estas em concreto n sei, mas muitas outras) e partilhar da mesma vontade que este Senhor.

    N.T.

    ResponderEliminar
  104. Dr. José Maria Martins,
    na minha modesta opinião, e tomando como referência a acomodação a que a maioria dos portugueses já se habituaram, considero nobre a sua coragem.

    ResponderEliminar
  105. MAIS TIRANETES...
    Cara Inês de Medeiros; depois de lida a sua publicação, constatei que fez um exercício de defesa do estatuto partidário do parlamentarismo e dos próprios políticos representantes e militantes, contra um certo Poder económico perverso e subversivo, que instrumentaliza opiniões e coloca-as na comunicação social!
    Deixa a preocupação de que os movimentos (cívicos?) frenéticos e ideologicamente confusos têm pouca experiência política.
    Indicia sinais de fim de sistema, de que a crise, não meramente económica, é seu corolário!
    Por fim, quer ver a luz da social democracia verdadeira!
    Pois bem; a desconfiança ideológica é que é o problema. A ideologia subjacente a cada Partido não se cumpre, apesar do real valor das propostas, encerradas em cada programa partidário. Governo após governo, os cidadãos, que agora se movimentam, para substituir políticos e políticas, organizando-se em movimentos, já adquiriram grande experiência política, na condição de espectadores, que é muito mais virtuosa e reflexiva!
    Que dizer das promessas não cumpridas, das mentiras, das aldrabices, das negociatas, da corrupção e das traições cometidas pelos gestores políticos?
    Parece que o Poder político tem a responsabilidade exclusiva no compadrio com o tal Poder económico egoísta, e que visa controlar as vontades, submetendo toda a sociedade à ganância dos mais espertos, onde os senhores políticos se encaixam, na qualidade de subornados, ou instigadores, ou cúmplices passivos!
    Face a esta realidade, ressalta aos olhos do eleitorado a manifesta falta de bom carácter dos seus representantes políticos mais activos e determinantes, na condução dos destinos do País!
    Portanto, esta crise, não de fim de sistema, mas de pensamento e conduta política, ou seja de carácter das novas burguesias, é que dita o fim do regime actual, apelando para o fim de um ciclo político. Esse fim, porque os fazedores de revoluções estão também comprometidos pelos altos salários que os senhores políticos lhes oferecem, já que aprenderam as causas do último movimento militar revolucionário, será ditado pelo movimento popular.
    Se os que pagamos para nos defenderem, nos traem, temos de fazer-nos representar no parlamentarismo da República, na proporção dos votos brancos e abstenções, para que a nossa desconfiança nos parlamentares partidários seja transformada em confiança nas organizações cívicas de cidadãos!
    A revolução tem de ser de mentalidade e de carácter, ao nível da concepção da democracia participativa, para que as decisões sejam ratificadas pelo povo, numa base mais alargada e fidedigna do interesse colectivo.
    Assim, será mais difícil ao Poder económico corromper o universo dos cidadãos, a não ser que queira salvaguardar o interesse de todos, e então veremos, de facto, a social democracia.
    Porque os actuais Partidos da alternância governativa meteram a sua ideologia na gaveta e preferem atender, apenas, às pressões dos mais fortes, sempre eminentemente económicas!
    A falta de um projecto social, enquadrado na missão do Estado, desvirtuam o próprio Estado, comprometendo a sua viabilidade e afirmando apenas o avanço do poder privado, entregue aos jogadores bolsistas, que só visam lucro, e exploração desenfreada das nossas necessidades básicas, como saúde e protecção, que nos colocam sempre preocupados quanto à nossa sobrevivência, num clima de injustiça, fraca remuneração e humilhação pelos mais ricos!
    Reveja pois o papel do seu Partido, sobretudo na liberalização progressiva dos serviços de sobrevivência do povo, nomeadamente quando encerram urgências, escolas, maternidades, ou privatizam, e quando favorecem o Poder económico para a extorsão da riqueza colectiva!
    Esforce-se por emprestar melhor carácter aos seus colegas de bancada e aos restantes parlamentares, para que defendam bem quem vos paga!
    Para finalizar, as grandes empresas e accionistas gananciosos vivem do que roubam ao povo consumidor, na forma de preços inflaccionados; vocês, como políticos, vivem do que roubam aos contribuintes, na forma de impostos exagerados.

    ResponderEliminar
  106. O Carlos Candal deu, com certeza, uma série de voltas no caixão quando o aprendiz de ditador Sócrates chegou ao poder, juntamente com a corja de rotos e corruptos como ele. O advogado de Aveiro estaria muito longe de imaginar que o infame Lobby Gay descrito no Manifesto Anti Portas já minava à muito o P.S. e o seu expoente máximo é o Senhor Pinto de Sousa com o seu jeito efeminado e namoradas fictícias.
    PQP
    Ao que isto chegou....

    ResponderEliminar
  107. Caro Dr. JMM, dou-lhe os parabéns pela frontalidade e coragem evidenciadas na denúncia destes até agora intocáveis que têm governado (?) Portugal nos últimos anos.
    Conte comigo para o que der e vier.
    Respeitosos cumprimentos.

    ResponderEliminar
  108. De António Soares,

    É evidente que uma revolta armada, só em caso extremo, e esse já esteve muito mais longe de de acontecer. Um Povo desesperado, mesmo este o Povo Português comodista, mandrião e com uma percentagem significativa de cobardes, também acabraá por se levantar e pegar em armas se necessário!! Aí estarei na linha da frente para defender a Democracia, como já estive! A mediocridade reinante a falta de Moral, Ética, dos Princípos de Vida e da Actuação Cívica, os exemplos que colhemos de fulanos como esse tal RR, como o roubo em directo nas televisões de informação dos jornalistas é baixeza, deveria este RR ter sido presente a tribunal!!!
    Toque a reunir e responderei presente!!! Em frente.

    ResponderEliminar
  109. Do que li, li tudo, com a quase concordância total sobre os sentimentos e vontade dos comentadores, até mesmo de quem duvida e justifica. Há, porém, óbices por detrás de cada ideia, de cada palavra que, compreensivelmente, não me compete a tentativa de adivinhar. Concreta e subjectivamente, cada um tem no seu intimo uma determinada ideia de como se começa e como se gera a mudança.
    Recordo o 25 de Abril, o total desconhecimento do futuro e de quem, nesse dia, se prontificava a morrer pelo país. Foi a revolução total, sem armas, nomes, prorrogativas, leis e muito especialmente pela ausência total de partidos e dos seus inevitaveis seguidores. Durou apenas alguns meses, poucos, antes que o revanchismo começasse a erguer a cabeça pela mão dos pseudo revolucionários e salvadores de última hora.
    As revoluções têm regras próprias que, no dia a dia, se actualizam e lhe conferem força.
    Os traidores, está provado, não desaparecem por milagre e a luta torna-se diária, sem descanso.
    Os pseudo-salvadores, individualizados, são os cangalheiros das revoluções.

    ResponderEliminar
  110. excelente!!! um abraço e força nesta tua luta que é a luta de todos nós. abraço

    ResponderEliminar
  111. Infelizmente é verdade. infelizmente, toda a gente nos Açores que veja minimamente o telejornal ou os jornais, sabe que isto é totalmente verdadeiro.

    Infelizmente, já lá vai uma década e nada. O Sr. RR continua a fazer o que bem entende bem remunerado e com a sensação de ser um dos donos deste país.

    ResponderEliminar
  112. O que faz falta é avisar a malta já dizia o Zeca
    havia de haver mais JMM

    ResponderEliminar
  113. o que e que eu disse? so quem ta la fora e que ve as porcarias que se fazem ca dentro!fui vitima de Trafico Humano e em vez de me darem razao ainda queriam que eu fizesse P.P. no IML???!!!la fora apos luta completamente sozinha do lado de ca , ate eles chamaram a este Pais de corja de traficantes e cobardes!E cederam , eu so fui vitima dos mal entendidos de quem sai daqui ou dos Acores para vender criancas!e ha nomes grandes de ca metidos na porcaria! chamei-lhes de tudo pelo telefone e o resultado e que foram NEGOCIAR a minha vida com a Imigracao de la!A minha filha ja estava solta por isso interessava calar a mae! O tanas!Dois piases ajudaram-me a sair de la...e por ca ja percebi que ha muito se sabia o que se passa:portugal faz trafico de seres humanos !Hilary Clinton cinica ou nao , ja me deu razao!

    ResponderEliminar
  114. Esse procurador é um tal de eme botelho? já que diz que temos que saber...parece que já cá não está nos Açores ....

    ResponderEliminar
  115. Sr Martins, o que disse sobre o Ricardo Rodrigues e o " tal " procuradorador é verdade. Sabe que o referido procurador quando saiu do Tribunal de Ponta Delgada veio para a PGR para Lisboa. Na altura em que ele era Procurador em PDL os funcionarios até tinham medo de ir ao seu gabinete com receio de serem violados. E os miudos que iam para a casa dele na Lagoa. Denuncie esses crápulas.

    ResponderEliminar
  116. Caro Dr. José Maria Martins.
    Conheço-o não pelos casos mediáticos mais 'recentes', mas por directa ligação a dois conterrâneos e amigos meus, da ilha de São Miguel, que defendeu num alegado caso de comércio de viaturas roubadas.
    Recebi hoje um mail com o texto deste post, que tinha referenciado um link para o seu antigo blog. Reconhecendo-lhe o brilhantismo e frontalidade, pelo quais lhe tenho em conta, confesso que tive curiosidade em ver o original da mensagem, não fosse alguma manipulação maliciosa, ou alguma brincadeira de mau gosto, de algum mestre de enredos! Surpresa a minha quando não encontro o artigo em causa, ao pesquisar por 'Ricardo Rodrigues'! Em boa hora me apercebi do link para a actual página, pois a minha intenção era a de obter um contacto seu, para lhe fornecer a referida mensagem. Resolvida a questão, tomei a liberdade de deixar aqui algumas linhas.
    Não é para mim surpresa o que relatou, isso porque conheço pessoalmente grande parte deste elenco e vi em novela este vergonhoso argumento.
    Não me assusta o 'final feliz', a habitual impunidade com que se governam estes senhores, assusta-me sim ver que a mensagem não é divulgada e de que forma se abafam estes degradantes episódios! Passaram-se 10 meses, desde que teve a coragem de publicar aquilo que muitos sabiam, passaram-se anos e levaram anos os acontecimentos que divulga e...
    É esta aura de impotência que paira sobre o comum dos 'mortais'. Se você sendo quem é e sabendo o que sabe, não consegui sequer fazer disso um caso, ou uma notícia, de que forma então? Já agora, foi processado? Não, claro que não, talvez desta forma se falasse das coisas e, claro, isso não interessa a muito 'boa gente'!
    Bem haja, um grande abraço dos Açores, com estima e admiração.

    Pedro Arruda

    ResponderEliminar
  117. Vamos lá cambada todos à molhada retirar esta corja da casa dos degredos(Portugal).

    ResponderEliminar
  118. Caro Dr, José Maria Martins:
    Toque a reunir que eu responderei presente!!!vamos em frente com as em punho o povo é que mais ordena, jurei morrer para defender a nossa Pátria . vamos em frente

    roland34@hotmail.com

    ResponderEliminar
  119. Dr Martins grande coragem..mas veja..! A trampa continua e passados 3 anos veja como estamos..! PIOR...PIOR..

    ResponderEliminar